Tribunal de Justiça do Estado de Minas Gerais

Curso sobre mediação de conflitos tem início em Brasília

O curso foi coordenado pelo desembargador Caetano Levi Lopes


- Atualizado em

Magistrados mineiros participaram do curso de Mediação para Magistrados da Escola Nacional da Magistratura (ENM), vinculada à Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB). O curso, pela primeira vez, credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento da Magistratura (Enfam), foi realizado na sede da AMB, sob a coordenação do desembargador Caetano Levi Lopes.

 

Entre os magistrados, o 3º vice-presidente do TJMG, desembargador Saulo Versiani, o desembargador Jayme Silvestre Corrêa Camargo; o juiz auxiliar da 3ª Vice-Presidência, Maurício Pinto Ferreira; o juiz auxiliar da 3ª vice-presidente, desembargador aposentado Paulo Mendes Álvares, o diretor presidente da Escola Nacional de Magistratura da AMB, juiz Marcelo Piragibe, a professora Eutália Maciel Coutinho, o professor Umberto Suassuna Filho, entre outros.

 

foto-concilia_ao.jpgA abertura do curso foi na última segunda-feira, 14 de agosto, com a participação de mais de 30 pessoas, que lotaram o auditório da sede da AMB, em Brasília (DF). A capacitação, que está em sua sexta edição, é realizada pela ENM até o dia 18 de agosto.

 

Inicialmente, os participantes conheceram mais sobre os instrutores e os alunos. O coordenador pedagógico da ENM e que está à frente da capacitação, desembargador Caetano Levi, avaliou como excelente o nível do curso neste primeiro dia. “Muitas informações e novos conhecimentos ainda serão ministrados. O objetivo é trazer estímulo ao juiz, para que a mediação seja uma realidade no seu dia a dia como forma de solução de conflitos sem a necessidade de judicializar e até extinguindo processos”, pontuou o desembargador Caetano Levi Lopes.

 

Durante os cinco dias de curso, os participantes terão a oportunidade de saber mais sobre temas como o panorama histórico dos métodos consensuais de solução de conflitos, o método de negociação baseado em princípios, a política judiciária nacional de tratamento adequado de conflitos entre outros. Além das aulas teóricas e dos exercícios propostos, os magistrados participarão de dinâmicas e mediações simuladas dentro dos temas.

 

Para o desembargador do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) Saulo Versiani, a capacitação é fundamental, pois prepara os magistrados para métodos autocompositivos, que são formas alternativas da resolução de conflitos. “Uma vez preparando os magistrados, o curso também pode possibilitar um incremento desses métodos nos Centros Judiciários de Solução de Conflitos e Cidadania (Cejusc), tanto na coordenação como na mão de obra por parte dos magistrados aposentados”, destacou.

 

Essa é primeira vez que o curso de mediação está credenciado pela Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados (Enfam).

 

Fonte: ENM

 

Leia mais sobre o curso.

 

Assessoria de Comunicação Institucional - Ascom

Tribunal de Justiça de Minas Gerais - TJMG

(31) 3306-3920

imprensa@tjmg.jus.br

facebook.com/TJMGoficial/

twitter.com/tjmgoficial